Barretos (Barretos - SP)

Inauguração solene : 16/12/1946
Inauguração pública : 17/12/1946
Filme inaugural : "Amar Foi Minha Ruína", com Gene Tierney.
Proprietários : Empresa Teatral Paulista Ltda.
Reinauguração (após grande reforma) : 1954
Capacidade (em 1954) : 930 lugares
Em funcionamento ? : Não. Última sessão em 04/07/1991.
Hoje, "Centro Cultural Osório Falleiros da Rocha".
Endereço : Rua Vinte, 864 - Centro
Barretos - SP
Telefone : (17) 3322.4160
https://pt-br.facebook.com/cinebarretos
Curiosidades :
O local é conhecido como "Palácio Encantado".
Na inauguração do "Centro Cultural Osório Falleiros da Rocha", em 16/12/2011, foi exibido o mesmo filme da inauguração do Cine Barretos, "Amar Foi Minha Ruína".

Diomedes Ferreira, ex-funcionário que trabalhou 19 anos no Cine Barretos





Licença Creative Commons
As fotos e informações deste site estão protegidas e licenciadas pela Creative Commons.

Arquivo do blog

ACESSE O BLOG INICIAL


BIBLIOGRAFIA DO BLOG

PRINCIPAIS FONTES DE PESQUISA

1. Arquivos institucionais e privados

Bibliotecas da Cinemateca Brasileira, FAAP - Fundação Armando Alvares Penteado e Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - Mackenzie.

2. Principais publicações

Acervo digital dos jornais Correio de São Paulo, Correio Paulistano, O Estado de S.Paulo e Folha de S.Paulo.

Acervo digital dos periódicos A Cigarra, Cine-Reporter e Cinearte.

Site Arquivo Histórico de São Paulo - Inventário dos Espaços de Sociabilidade Cinematográfica na Cidade de São Paulo: 1895-1929, de José Inácio de Melo Souza.

Periódico Acrópole (1938 a 1971)

Livro Salões, Circos e Cinemas de São Paulo, de Vicente de Paula Araújo - Ed. Perspectiva - 1981

Livro Salas de Cinema em São Paulo, de Inimá Simões - PW/Secretaria Municipal de Cultura/Secretaria de Estado da Cultura - 1990

FONTES DE IMAGEM

Periódico Acrópole - Fotógrafos: José Moscardi, Leon Liberman, P. C. Scheier e Zanella.

Acervos particulares de Luiz Carlos Pereira da Silva, Caio Quintino e Ivani Cury.

PRINCIPAIS COLABORADORES

Luiz Carlos Pereira da Silva e João Luiz Vieira.

OUTRAS FONTES: INDICADAS NAS POSTAGENS.