CineUFSCar (São Carlos - SP)

Cineclube da Universidade Federal de São Carlos
Rodovia Washington Luís, km 325 - SP-310.
CEP 13565-905
São Carlos - SP
E-mail: cineufscar@ufscar.br
Telefone: (16) 3351.8909
Sessões regulares: toda quarta feira, 19h.
Entrada gratuita.
O cineclubismo em São Carlos - A história cultural da cidade de São Carlos e da Universidade Federal de São Carlos está intimamente ligada ao cineclubismo, devido ao tempo e importância cultural que a Sessão Maldita e o Prof. Leandro e seus colaboradores construíram na cidade. Mesmo sem a Sessão, diversos projetos foram e são idealizados com o intuito de manter a prática do cineclubismo.Gostaríamos que este espaço, além de ser introdutório sobre o projeto CineUFSCar, sirva para que as pessoas que praticaram ou praticam o cineclubismo em São Carlos contem um pouco dessa história, promovendo um interessante e importante resgate da nossa memória.
O CineUFSCar incrementa a prática cineclubista sendo um projeto que aposta na volta das sessões em película 35mm e como um projeto de extensão da Universidade Federal de São Carlos. Tem como um dos principais intuitos ser uma ponte sociocultural para a cidade e sua região, passando curtas antes da sessão, filmes gratuitamente fora do circuito comercial e provocando sempre debates ao final das sessões.Como os cineclubes clássicos, é organizado um esquema de ciclos temáticos (diretores/ períodos/ gêneros), necessários para a construção e o aperfeiçoamento do olhar daqueles que pretendem lidar com o cinema como uma forma de ver e entender melhor o mundo. Além dos ciclos, há as Sessões Especiais, organizadas junto com outros grupos que podem ou não ser da Universidade.
O CineUFSCar está aberto a sugestões, propostas e parcerias. É também o único cineclube deste porte em uma universidade no Brasil, trazendo tanto qualidade técnica quanto mostrando a diversidade do cinema, fazendo um importante papel na formação de público, pois ao compreender como o cinema estrutura seu discurso, se entenderá melhor o que esse discurso implica. A questão da formação de público é fundamental para a concepção crítica futura, podendo até construir futuros cineclubistas e mostrando a enorme força que o audiovisual possui na cidade.A sala, localizada no Teatro Florestan Fernandes, tem capacidade de mais de 400 lugares e mostra, através desse projeto, como a UFSCar se sensibiliza com o papel que está tendo na formação cultural dos seus alunos e da cidade, promovendo uma ação cultural tão importante de forma gratuita. A universidade deve ser um amplo e aberto espaço para a formação cultural, social e política não apenas dos seus alunos, mas de toda a comunidade a qual ela está inserida.




Texto do site oficial do CineUFSCar.
Licença Creative Commons
As fotos e informações deste site estão protegidas e licenciadas pela Creative Commons.

Arquivo do blog

ACESSE O BLOG INICIAL


BIBLIOGRAFIA DO BLOG

PRINCIPAIS FONTES DE PESQUISA

1. Arquivos institucionais e privados

Bibliotecas da Cinemateca Brasileira, FAAP - Fundação Armando Alvares Penteado e Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - Mackenzie.

2. Principais publicações

Acervo digital dos jornais Correio de São Paulo, Correio Paulistano, O Estado de S.Paulo e Folha de S.Paulo.

Acervo digital dos periódicos A Cigarra, Cine-Reporter e Cinearte.

Site Arquivo Histórico de São Paulo - Inventário dos Espaços de Sociabilidade Cinematográfica na Cidade de São Paulo: 1895-1929, de José Inácio de Melo Souza.

Periódico Acrópole (1938 a 1971)

Livro Salões, Circos e Cinemas de São Paulo, de Vicente de Paula Araújo - Ed. Perspectiva - 1981

Livro Salas de Cinema em São Paulo, de Inimá Simões - PW/Secretaria Municipal de Cultura/Secretaria de Estado da Cultura - 1990

FONTES DE IMAGEM

Periódico Acrópole - Fotógrafos: José Moscardi, Leon Liberman, P. C. Scheier e Zanella.

Acervos particulares de Luiz Carlos Pereira da Silva, Caio Quintino e Ivani Cury.

PRINCIPAIS COLABORADORES

Luiz Carlos Pereira da Silva e João Luiz Vieira.

OUTRAS FONTES: INDICADAS NAS POSTAGENS.