Majestic (São Paulo - SP)

Inauguração pública : 11/06/1947 (20hs.)
Filme inaugural : "Tentação", com Merle Oberon e George Brent + "Jornal Cinematográfico Nacional".
Exibidor : Cia. Cinematográfica Serrador
Endereço : Rua Augusta, 1475 - Consolação

A partir de 24/08/1967, Majestic Cinerama.
Exibidor : Cia. Cinematográfica Serrador
Filme inaugural : "Grand Prix", com James Garner e Yves Montand.
- O cinema recebe nova tela e projetor (Philips 70/35mm) para exibição de filmes em Cinerama.

A partir de 28/03/1985, Gaumont Majestic.
Exibidor : Gaumont do Brasil
Filme inaugural :
"2010: O Ano Em Que Faremos Contato", de Peter Hyams.
- São renovados os equipamentos de som (Dolby Stereo) e projeção.
- Última sessão em 23/02/1992, com "Top Gang - Ases Muito Loucos".

A partir de 06/10/1993,
Espaço Banco Nacional de Cinema,
dividido em 3 salas.
Exibidor : Circuito Cinearte
Administração e programação : Adhemar Oliveira
Inauguração solene : 06/10/1993 (21hs.),
Filme inaugural : "O Banquete de Casamento" (1993), de Ang Lee.
Inauguração pública : 07/10/1993 (14hs.),
Programa inaugural :
"Mostra Banco Nacional de Cinema", com 26 filmes inéditos em São Paulo, na sala 3.
"A História de Qiu Ju" (1992), de Zhang Yimou e "A Grande Família" (1993), de Stephen Frears, nas salas 1 e 2, a partir de 11/10/1993.
- O antigo cinema, de cerca de 1300 lugares, é completamente reformado e dividido em três salas: Sala 1 com 282 lugares, sala 2 com 240 e sala 3 com 180. São instalados projetores italianos e som Dolby Stereo em ambas as salas. No saguão de entrada, bombonière, livraria especializada em cinema e café-bar.
- Segundo Adhemar Oliveira, a reforma do cinema levou seis meses de planejamento e 100 dias de obras aceleradas, que consumiram cerca de US$ 1 milhão. "As únicas coisas que sobraram do velho Majestic foram o telhado, as paredes laterais e a fachada", conta. De acordo com ele, nos dias de maior movimento na reforma, até 300 operários trabalharam no prédio.
- A sala 1 recebe palco e camarim, para ser utilizada para eventos e apresentações diversas.
- O projeto é assinado pelos arquitetos Pablo César Benetti e Solange Libman.

Depois, duas mudanças de patrocínio :
Espaço Unibanco de Cinema - Augusta e
Espaço Itaú de Cinema - Augusta.
- Em 1995, o cinema passa a ser patrocinado pelo Unibanco e ganha o Anexo - duas charmosas salas do outro lado da Rua Augusta. Depois, em 2010, o patrocínio passa a ser do Banco Itaú, após a fusão das duas instituições financeiras - Itaú e Unibanco.
- Em 2012, o cinema passa por reformas e atualização de tecnologias. A fachada e a decoração ficam bastante atraentes, graças a mudança do layout do Espaço Itaú de Cinemas, padronizado para todas as unidades da rede.
- As duas salas do Anexo são reabertas totalmente repaginadas. A principal mudança ocorre na sala 5. Antes apertada, com poltronas estreitas e fileiras espremidas, agora possui assentos levemente reclináveis de couro ecológico e bem mais espaçosos, como verdadeiras poltronas. Os cadeirantes contam com uma rampa de acesso na entrada do cinema e elevador. No fundo do espaço, há um bicicletário, e a cafeteria ganha pintura e decoração novas.

Em funcionamento ? : Sim.
Hoje, Espaço Itaú de Cinema - Augusta.

Anúncio de 10/06/1947

Anúncio de inauguração - 11/06/1947

Tela e parte da plateia - 1947


Anúncio de 23/08/1967

Anúncio de reinauguração - 24/08/1967

Anúncio de reinauguração - 24/08/1967

1967

Anúncio de reinauguração - 28/03/1985

Anúncio de reinauguração - 28/03/1985

1986

1986

Notícia sobre a reforma do cinema - 19/09/1993

Notícia sobre a inauguração do novo cinema - 06/10/1993

Notícia sobre a inauguração do novo cinema - 06/10/1993

1994

2000

2005

2012

2015


Licença Creative Commons
As fotos e informações deste site estão protegidas e licenciadas pela Creative Commons.

Arquivo do blog

ACESSE O BLOG INICIAL


BIBLIOGRAFIA DO BLOG

PRINCIPAIS FONTES DE PESQUISA

1. Arquivos institucionais e privados

Bibliotecas da Cinemateca Brasileira, FAAP - Fundação Armando Alvares Penteado e Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - Mackenzie.

2. Principais publicações

Acervo digital dos jornais Correio de São Paulo, Correio Paulistano, O Estado de S.Paulo e Folha de S.Paulo.

Acervo digital dos periódicos A Cigarra, Cine-Reporter e Cinearte.

Site Arquivo Histórico de São Paulo - Inventário dos Espaços de Sociabilidade Cinematográfica na Cidade de São Paulo: 1895-1929, de José Inácio de Melo Souza.

Periódico Acrópole (1938 a 1971)

Livro Salões, Circos e Cinemas de São Paulo, de Vicente de Paula Araújo - Ed. Perspectiva - 1981

Livro Salas de Cinema em São Paulo, de Inimá Simões - PW/Secretaria Municipal de Cultura/Secretaria de Estado da Cultura - 1990

FONTES DE IMAGEM

Periódico Acrópole - Fotógrafos: José Moscardi, Leon Liberman, P. C. Scheier e Zanella.

Acervos particulares de Luiz Carlos Pereira da Silva, Caio Quintino e Ivani Cury.

PRINCIPAIS COLABORADORES

Luiz Carlos Pereira da Silva e João Luiz Vieira.

OUTRAS FONTES: INDICADAS NAS POSTAGENS.